.

.
.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

BEIJO...

Beijos
Em todas as bocas
É um ato simples, mas de muitos sentidos. Por isso, é difícil explicar como surgiu


Beijo é ciência? Depende. No século 19, constatou-se, para surpresa dos ocidentais, que muitas culturas ignoravam o prazer da "justaposição dos músculos orbiculares da abertura bucal no estado de contração". Povos do Pacífico Sul e tribos africanas não tinham esse hábito. Os esquimós preferiam roçar os narizes e os japoneses nunca admitiriam em público que gostavam de beijar. Mesmo sabendo, como a medicina se encarregou de esclarecer, que o ato favorece o aparelho circulatório, aumenta de 70 para 150 os batimentos do coração e beneficia a oxigenação do sangue.

Sem esquecer que o beijo estimula a liberação de hormônios que causam bem-estar. Detalhe: na troca
de saliva, a boca é invadida por cerca de 250 bactérias, 9 miligramas de água, 18 de substâncias orgânicas, 7 decigramas de albumina, 711 miligramas de materiais gordurosos e 45 miligramas de sais minerais. Ninguém pode dizer que não há rigor científico nessa análise!

RETIRAR TODOS OS SUBSTANTIVOS E DEPOIS CLASSIFICÁ-LOS EM:


CLASSIFIQUE OS SUBSTANTIVOS DE ACORDO COM...
OBS.: UM MESMO SUBSTANTIVO PODE SER CLASSIFICADO 

1. PRÓPRIO
OU
2.COMUM

3.SIMPLES
OU
4.COMPOSTO

5.PRIMITIVO
OU
6.DERIVADO

7.CONCRETO
OU
8.ABSTRATO

9.COLETIVO (SIM)
OU
10. COLETIVO (NÃO)

 

.

.
.
Ocorreu um erro neste gadget

É O QUE TEM PRA HOJE: "POUCO PAPO E SÓ... SU-CEEEEEEES-SO!!!"



"SIGAM-ME OS BONS" - Maria Celeste Bsp | Facebook

Google+ Followers

EU SOU POLIVALENTE!

EU SOU POLIVALENTE!