.

.
.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

SE TESTE!!!



AVALIAÇÃO
1 – Relacione os termos aos seus respectivos conceitos:
1 – Mensagem 2 – Canal 3 – Código 4 – Emissor 5 – Receptor
(   ) É o que fala, o que escreve; é a fonte da informação.
(   ) É o que ouve, o que lê; é o destino da informação.
(   ) É um sistema de signos que dá à informação uma forma compreensível.
(   ) É uma combinação de signos destinada a transmitir uma informação específica.
(   ) É um veículo, um meio através do qual se poderá transmitir uma mensagem.

2 – Sistema de sinais convencionais por meio do qual os seres humanos podem realizar atos de comunicação. Essa informação corresponde ao conceito de:
a – Língua   
b – Fala  
c – Variação Linguística 
d – Linguagem  
e – Gramática Normativa

3 – Relacione os termos aos seus respectivos conceitos:
GÊNERO LÍRICO / GÊNERO DRAMÁTICO / GÊNERO ÉPICO
a – Todo tipo de texto imaginário ou real que apresenta personagens inseridas num enredo em que podem surgir tempo e espaço delimitados.
b – Profundamente ligado à música e ao canto, corresponde a um texto cuja principal característica é a linguagem apresentada em versos.
c – Apresenta as ações da personagem por meio de recurso típicos da épica e da lírica, mas centra-se na representação de acontecimentos ficcionais como se fossem reais.
4 – Complete com os termos adequados:
a – Sistema de regras que constituem a estrutura do funcionamento do idioma e que são assimilado naturalmente _______
b – Teoria que descreve e propõe um sistema de normas e orientações para se falar/escrever em contextos de formalidade do ato comunicativo _________
c – Sistema de signos que se manifesta por meio de imagens, gestos e sons ________
d – Variedade linguística espontânea, de frases mais simples e menor rigor quanto à observância de regras que estruturam a língua.
e – Variedade linguística usual em situações formais de comunicação e caracterizada pelo emprego de frases de estrutura mais complexa em observância às normas da gramática.

5 – Relacione os termos aos conceitos:
CANTIGA DE MALDIZER / CANTIGA DE ESCÁRNIO / CANTIGA DE AMIGO / CANTIGA DE AMOR
a – Há um eu lírico masculino que presta "vassalagem amorosa" à mulher, à senhora.
b – Há um eu lírico feminino que lamenta a ausência do seu amigo/amante.
c – Faz uma crítica pessoal e/ou social indireta e irônica.
d – Faz uma crítica pessoal e/ou social direta.

6 – Identifique a que Gêneros da Narrativa pertencem os trechos:
a – Um velho relógio, muito sóbrio, a olhou pacientemente e disse: “A paciência é uma grande virtude, porém é um dom tão raro! Estar com raiva é possível, mas ninguém tem o direito de atirar sobre os outros as suas próprias frustrações.” (Émerson Cardoso)
b – O menino desabafa com a mãe: “Mamãe, na escola me chamaram de mafioso...” E a mãe responde: “Amanhã mesmo vou resolver isso...” E o filho, sério, responde: “Bem, mas faça tudo parecer um acidente, mamãe! (Domínio público)
c – Sem um outro pensamento enrijeceu o rabo e o enfiou nas costas da rã. A rã morreu. E com ela o escorpião. A estupidez do poder é maior que o amor à vida. (Rubem Alves)
d – E o filho lhe disse: “Pai, pequei contra o céu e diante de ti; não sou digno de ser chamado teu filho.” (Lucas, 15-21)
e – Talvez não importe muito que coisa amamos neste mundo. Mas devemos amar alguma coisa. (Katherine Mansfield)

7 – Leia o poema e responda:
Campanário de São José

Quem
Não
Tem
Seu

Bem
Que
Não
Vem?

Ou
Vem
Mas

Em
Vão?
Quem?

(Cassiano Ricardo)
a – É uma obra típica do Gênero Dramático.
b – É uma obra típica do Gênero Épico.
c – É uma obra típica do Gênero Lírico.
d – Não integra nenhuma das formas de Gênero citadas.
e – Corresponde a um texto que integra em sua essência todos os Gêneros citados.
8 – Sobre o texto, qual das opções está correta:
a – No título encontramos o vocábulo "Campanário" (conjunto de sinos) que tem, na locução adjetiva "de São José", o seu complemento, e aparece na extremidade do que seria uma torre formada por vocábulos monossilábicos.
b – O autor, ainda no título, faz alusão ao santo do hagiológio católico São José que, segundo a religiosidade popular, assim como Santo Antônio, é um santo casamenteiro.
c – Os vocábulos utilizados pelo autor apresentam recorrentemente sons nasais /m/, /n/ e /ão/ indicativos da melancolia e da angústia de uma voz lírica que, ao se indagar sobre a busca por um amor, mas um amor perfeito e instigante, termina por se fundir ao som desses sinos langorosos e insistentes por saber o quanto o amor é difícil de ser encontrado na figura de um amante perfeito.
d – Esse poema mostra o amor desesperado de um homem por uma mulher que, ao desprezá-lo, o torna mais ainda apaixonado. É uma manifestação perfeita, portanto, da vassalagem amorosa típica da poesia medieval.
e – Do ponto de vista da estrutura, esse poema é formado por catorze versos com dois quartetos e dois tercetos – como seria a estrutura típica de um soneto. O autor parece, com isso, querer indicar as possibilidades de inovação de que a poesia moderna dispõe. Ele escreve um soneto com catorze versos, mas cada verso é monossilábico, ou seja, o autor descaracteriza um poema de forma fixa e recria um modo inovador para a sua expressão poética.
9 – Comente as características pertinentes à Arte e ao conceito de Literatura:
10 – Treino Ortográfico: 

.

.
.
Ocorreu um erro neste gadget

É O QUE TEM PRA HOJE: "POUCO PAPO E SÓ... SU-CEEEEEEES-SO!!!"



"SIGAM-ME OS BONS" - Maria Celeste Bsp | Facebook

Google+ Followers

EU SOU POLIVALENTE!

EU SOU POLIVALENTE!