.

.
.

sábado, 29 de setembro de 2012

BASTANTE OU BASTANTES...


Bastante X Bastantes

BASTANTE = ADVÉRBIO

É invariável no sentido de MUITO/SUFICIENTEMENTE

Exemplo: Estavam bastante ocupados.


BASTANTE = ADJETIVO

É variável quando equivale a SUFICIENTE/ QUE BASTA

Exemplo1: Somos bastantes para realizar o projeto.
Exemplo2: Já temos bastantes problemas.
Bastante, assim como dormente, ouvinte, falante, crente, existente, e assim por diante, vem dos verbos bastar, dormir, ouvir, falar, crer, existir.

Quanto à concordância, bastante pode ser advérbio e será invariável, tendo significado equivalente a “muito”. Ou então, será adjetivo e, portanto, concordará com o substantivo a que estiver se referindo.

Não é muito comum vermos o emprego de bastantes, mas o certo é que sempre quando vier como adjetivo, concordará em gênero (masculino ou feminino) e número (singular ou plural) com o substantivo. Assim, orações como: Nós tivemos bastante chances de concorrer, Teremos bastante comidas para serem servidas, Não há bastante cadeiras nessa sala, Você tem bastante livros, Estou com bastante problemas para resolver, não estão sendo empregadas corretamente!

Muitas vezes, as pessoas não dizem “bastantes” dessa forma, no plural, por achar que o termo, por si só, já incita algo abundante.

Já como advérbio, ou seja, quando modifica adjetivo, verbo ou outro advérbio, “bastante” não varia e é indicativo de intensidade: Eles estão muito/bastante felizes, Ela fala bastante/muito, Eles gostaram muito/bastante deles, etc.

Na dúvida, é só colocar “muito” antes da palavra, ou seja, no lugar de “bastante”. Se “muito” for para o plural, assim também será com “bastante”.

Veja:

Tenho muitas felicidades e Tenho bastantes felicidades.

Agora:

Estou muito feliz e Estou bastante feliz.

Portanto, quando você não souber se coloca “bastante” no plural, é só substituir por “muito” e pronto!
Por Sabrina Vilarinho


Data da notícia: 25 de abril de 2009. Por
Um caso típico de confusão é o uso dos termos bastante ou bastantes.
Por: Professor André do site Portugues é fácil
Afinal, quando usar um ou outro? Para acabar com o problema, existe um macete muito simples: sempre que você puder substituir por muito quer dizer que ali vai um bastante, no singular.
Assim, você terá bastantes chances de acertar a questão!
Alguns exemplos? É claro!
Meu irmão ganhou bastante dinheiro.
(Meu irmão ganhou muito dinheiro.)
Vou dar bastante  flores para a minha namorada. Ela vai adorar!
Vou dar muito flores para a minha namorada. Ela vai adorar!
Opa! Muito flores é uma coisa bastante feia! Já sabemos o que fazer, certo?
Vou dar bastantes flores para a minha namorada. Ela vai adorar!
Certíssimo! Mais um:
Quero que meus leitores aprendam bastante sobre a língua portuguesa.
Quero que meus leitores aprendam muito sobre a língua portuguesa.
Gostaram da dica? Muito ou bastante?
Confira os produtos da loja do professor André: Materiais para concurso e Questões elaboradas para concurso. A partir de R$10,00!!!
Confira mais dicas e aulas de português do professor André no site www.portuguesfacil.net
Motivação: "Consulte não a seus medos mas a suas esperanças e sonhos. Pense não sobre suas frustrações, mas sobre seu potencial não usado. Preocupe-se não com o que você tentou e falhou, mas com aquilo que ainda é possível a você fazer." ( Papa João XXIII ) 


.

.
.
Ocorreu um erro neste gadget

É O QUE TEM PRA HOJE: "POUCO PAPO E SÓ... SU-CEEEEEEES-SO!!!"



"SIGAM-ME OS BONS" - Maria Celeste Bsp | Facebook

Google+ Followers

EU SOU POLIVALENTE!

EU SOU POLIVALENTE!