.

.
.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

PLANO DE ENSINO ANUAL (INDIVIDUAL) - 1 ANO DO ENSINO MÉDIO




01.IDENTIFICAÇÃO

ESCOLA: E.E.F.M. PRESIDENTE GEISEL – POLIVALENTE (JUAZEIRO DO NORTE)
DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA (GRAMÁTICA E LITERATURA)
PROF(A): MARIA CELESTE BRAGA SALES PINHEIRO
ÁREA: LINGUAGENS E CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS
SÉRIE: 1º ANO ENSINO MÉDIO REGULAR
TURMAS: F – G – H
TURNO: VESPERTINO – 100h/a

02.JUSTIFICATIVA:

A Língua Portuguesa é de indispensável importância para o desenvolvimento intelectual do educando. Por tal motivo é fundamental que os mesmos sejam, ao final do Ensino Médio, competentes leitores e produtores de textos.
Para o alcance de tal finalidade faz-se necessário: discussão das relações gramaticais e novas possibilidades de expressão; ensino de gramática sob uma perspectiva reflexiva e funcional; exposição dos alunos à variados tipos de textos cotidianamente visando a reflexão sobre a língua; produção textos e combinações de palavras e frases segundo regras gramaticais entendidas dentre outros acessórios e suportes.
O objetivo principal do ensino-aprendizagem é dinamizar, impulsionar e favorecer o crescimento intelecto-social do educando tendo como mediador no processo o professor.
               
03.OBJETIVO GERAL:

Análise dos aspectos fonológicos e morfológicos; conhecimento e reconhecimento dos vários estilos literários numa visão histórico-evolutiva e crítica e exploração de leitura para a compreensão literal, interpretativa e crítica dos diversos tipos de textos.

04.OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

1.compreender, na leitura do texto escrito o significado, as relações dos fatos elaborados, estabelecendo relação com outros textos e seu universo de referência (de acordo com as condições de produção/recepção)
2.ler, interpretar e reconhecer diferentes gêneros textuais (literários, jornalísticos, técnico-científicos, instrucionais, epistolares, humorísticos, publicitários, digitais, etc.) associando-os às seqüências discursivas básicas (narração, exposição, argumentação, descrição e injução).
3.comparar o estabelecimento de diferentes relações de sentido
4.produzir textos com coerência e coesão, considerando as condições e especifidades da produção e utilizando recursos próprios da escrita, em função do projeto textual.
5.reconhecer a língua materna como veículo de participação social e geradora de significação que contribui para documentação e legitimação da cultura através dos tempos.
6.conceber o ensino da gramática, entendendo-se como um instrumento indispensável no processo de produção e recepção de texto
7.compreender valores populares em contraposição a normas absorvidas pelos grupos mais favorecidos socialmente
8.estabelecer relações entre a leitura e a interpretação de produções literárias e a compreensão dos problemas e das transformações sociais nos diferentes momentos históricos
9.compreender conceitos das linguagens tecnológicas que facilitem a incorporação da telemática nas atividades curriculares.

05.METODOLOGIA:

AULAS EXPOSITIVAS;
RESUMOS;
PESQUISAS;
ESTUDO DE TEXTOS DIVERSOS/INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS;
TRABALOS DIRIGIDOS;
DEBATES;
BLOG EDUCATIVO

06.RECURSOS UTILIZADOS:

CD’S ;
COMPUTADORES;
DVD’S;
INTERNET: BLOG EDUCATIVO E OUTROS ACESSÓRIOS
LIVROS DIDÁTICOS;
PROVAS;
QUADRO DE GIZ E PINCEL;
VÍDEOS;
XEROX: TD’S E ACESSÓRIOS;
LETRAS DE MÚSICAS

07.AVALIAÇÃO:

PRODUÇÃO TEXTUAL;
TRABALHO EM GRUPO;
TRABALHO INDIVIDUAL;
SIMULADOS;
TESTES ESCRITOS;
EXERCÍCIOS AVALIATIVOS;
SEMINÁRIOS;
PESQUISAS VIA INTERNET


REFERÊNCIAL  BIBLIOGRÁFICO E OUTROS:

AMARAL, Emília., ANTÔNIO, Severino. e PATROCÍNIO, Mauro Ferreira do.  Novo manual nova cultural. São Paulo: Editora Nova Cultural, 2000.
GOULART, Audemaro Taranto. e SILVA, Oscar Vieira da. Estudo dirigido de  literatura portuguesa.. São Paulo: Editora do Brasil, 1975. 220 p
MONTEZUMA, Helena. Noções de estilo. Rio de Janeiro: Edições de Ouro/Editora Tecnoprint, sem data.
NICOLA, José de. Literatura brasileira / das origens aos nossos dias. São Paulo: Editora Scipione, 1998.
NICOLA, José de. Literatura portuguesa da idade média a Fernando Pessoa. São Paulo: Editora Scipione, 1997
PELLEGRINI, Tânia e FERREIRA, Marina. Português/ palavra e arte. São Paulo: Editora Atual, 1996.
* LIVRO ADOTADO PELA ESCOLA (?)
* PRIMEIRO APRENDER
* BLOG EDUCATIVO – DIÁRIO DE BORDO – BY MARIA CELESTE - mcbspf.blogspot.com

*MATERIAIS DIDÁTICOS:

·         PROGRAMA DO PRIMEIRO APRENDER
·         LIVRO DE LÍNGUA PORTUGUESA NOVAS PALAVRAS, DIRIGIDO À 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO REGULAR DOS AUTORES, EMÍLIA AMARAL. MAURO FERREIRA, RICARDO LEITE E SEVERINO ANTÔNIO
·         BLOG EDUCATIVO mcbspf.blogspot.com – DIÁRIO DE BORDO



ESCOLA: E.F.M. PRESIDENTE GEISEL
DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA (GRAMÁTICA E LITERATURA)
PROF(A): MARIA CELESTE BRAGA SALES PINHEIRO
ÁREA: LINGUAGENS E CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS
SÉRIE: 1º ANO ENSINO MÉDIO REGULAR
TURMAS: G – H – I – J
TURNO: VESPERTINO – 100h/a

PROPOSTA PEDAGÓGICA

1º BIMESTRE

1.       A FORMAÇÃO DA LÍNGUA PORTUGUESA: ORIGEM E EVOLUÇÃO – PARTE 1 – HISTÓRIA
2.       INFLUÊNCIAS ÁRABES NA FORMAÇÃO DAS PALAVRAS DE LÍNGUA PORTUGUESA
3.       A LÍNGUA PORTUGUESA NO MUNDO: PAÍSES LUSÓFONOS
4.       LITERATURA: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
5.       A LITERATURA DE PORTUGAL – HISTÓRIA
6.       TROVADORISMO: CONCEITO/DEFINIÇÃO + TRABALHO COM IMAGENS, PALAVRAS-CHAVES E MÚSICAS...
7.       ARTE LITERÁRIA: CONCEITO/DEFINIÇÃO
8.       CULTURA: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
9.       FALA: CONCEITO/DEFINIÇÃO
10.   GRAMÁTICA: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
11.   LÍNGUA: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
12.   LINGUAGEM NÃO-VERBAL
13.   LINGUAGEM VERBAL
14.   LINGUAGEM: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
15.   FONOLOGIA: CONCEITO/DEFINIÇÃO
16.   LETRAS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
17.   FONEMAS : CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
18.   VOGAIS (ORAIS E NASAIS)
19.   CONSOANTES
20.   SEMIVOGAIS
21.   ENCONTROS VOCÁLICOS : CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
22.   DITONGO (ORAIS E NASAIS) - (DECRESCENTES E CRESCENTES)
23.   TRITONGO (ORAIS E NASAIS)
24.   HIATO
25.   ENCONTROS CONSONANTAIS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
26.   DÍGRAFOS/DIGRAMAS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
27.   SÍLABAS E TONICIDADES: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
28.   ORTOÉPIA E PROSÓDIA: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
29.   ACENTUAÇÃO GRÁFICA DAS PALAVRAS PROPAROX /PAROX/ OX E MONOSSÍLABAS
30.   ORTOGRAFIA NOVA – PARTE 1

2º BIMESTRE

1.       HUMANISMO: CONCEITO/DEFINIÇÃO + TRABALHO COM IMAGENS, PALAVRAS-CHAVES E MÚSICAS...
2.       CLASSICISMO: CONCEITO/DEFINIÇÃO + TRABALHO COM IMAGENS, PALAVRAS-CHAVES E MÚSICAS...
3.       A LITERATURA DO BRASIL: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
4.       QUINHENTISMO: CONCEITO/DEFINIÇÃO + TRABALHO COM IMAGENS, PALAVRAS-CHAVES E MÚSICAS...
5.       ORTOGRAFIA NOVA – PARTE 2
6.       EMPREGO DO K-W-Y-H-E-I-O-U-G-J-S-Z-X e CH
7.       A FORMAÇÃO DA LÍNGUA PORTUGUESA: ORIGEM E EVOLUÇÃO – PARTE 2
8.       INFLUÊNCIAS INDÍGENAS NA FORMAÇÃO DAS PALAVRAS DE LÍNGUA PORTUGUESA
9.       MORFOLOGIA: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
10.   ESTRUTURA E FORMAÇÃO DAS PALAVRAS
11.   PALAVRAS PRIMITIVAS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
12.   PALAVRAS DERIVADAS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
13.   DERIVAÇÃO: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
14.   AFIXOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
15.   PREFIXOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
16.   SUFIXOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
17.   PARASSÍNTESE: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
18.   COMPOSIÇÃO: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
19.   RADICAIS GREGOS
20.   RADIACAIS LATINOS
21.   DESINÊNCIAS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
22.   JUSTAPOSIÇÃO: CONCEITO/DEFINIÇÃO
23.   AGLUTINAÇÃO: CONCEITO/DEFINIÇÃO
24.   REDUÇÃO: CONCEITO/DEFINIÇÃO
25.   HIBRIDISMOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
26.   ONOMATOPÉIA: CONCEITO/DEFINIÇÃO
27.   LÍNGUA COLOQUIAL: CONCEITO/DEFINIÇÃO
28.   LÍNGUA CULTA : CONCEITO/DEFINIÇÃO
29.   VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
30.   VARIANTE : CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
31.   VARIÁVEL: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO

3º BIMESTRE

1.       BARROCO: CONCEITO/DEFINIÇÃO + TRABALHO COM IMAGENS, PALAVRAS-CHAVES E MÚSICAS...
2.       LINGUAGEM LITERÁRIA: CONCEITO/DEFINIÇÃO
3.       LINGUAGEM NÃO LITERÁRIA: CONCEITO/DEFINIÇÃO
4.       FIGURAS DE LINGUAGEM: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
5.       CLASSIFICAÇÃO E FLEXÃO DAS PALAVRAS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
6.       ARTIGOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
7.       SUBSTANTIVOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
8.       SUBSTANTIVOS UNIFORMES: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
9.       EPICENOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
10.   SOBRECOMUNS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
11.   COMUNS DE DOIS GÊNEROS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
12.   PALAVRAS SUBSTANTIVADAS
13.   COMUNS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
14.   PRÓPRIOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
15.   CONCRETOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
16.   ABSTRATOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
17.   SIMPLES: CONCEITO/DEFINIÇÃO
18.   COMPOSTOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
19.   PRIMITIVOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
20.   DERIVADOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
21.   COLETIVOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
22.   ESPECÍFICOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
23.   INDETERMINADOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
24.   NUMÉRICOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
25.   REGRAS DE PLURALIZAÇÃO DOS SUBSTANTIVOS
26.   REGRAS DE GRADUAÇÃO DOS SUBSTANTIVOS
27.   ADJETIVOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
28.   LOCUÇÕES ADJETIVAS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
29.   NUMERAIS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
30.   A FORMAÇÃO DA LÍNGUA PORTUGUESA: ORIGEM E EVOLUÇÃO – PARTE 3
31.   INFLUÊNCIAS AFRICANAS NA FORMAÇÃO DAS PALAVRAS DE LÍNGUA PORTUGUESA
32.   ORTOGRAFIA NOVA – PARTE 3

4º BIMESTRE

1.       ARCADISMO: CONCEITO/DEFINIÇÃO + TRABALHO COM IMAGENS, PALAVRAS-CHAVES E MÚSICAS...
2.       TEXTO: CONCEITO/DEFINIÇÃO
3.       TEXTUALIDADE: CONCEITO/DEFINIÇÃO
4.       COESÃO: CONCEITO/DEFINIÇÃO
5.       COERÊNCIA: CONCEITO/DEFINIÇÃO
6.       SEMÂNTICA: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
7.       CONOTAÇÃO: CONCEITO/DEFINIÇÃO
8.       DENOTAÇÃO: CONCEITO/DEFINIÇÃO
9.       SIGNIFICADO: CONCEITO/DEFINIÇÃO
10.   SIGNIFICANTE: CONCEITO/DEFINIÇÃO
11.   SIGNO: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
12.   SIGNIFICAÇÃO DAS PALAVRAS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
13.   SINÔNIMOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
14.   ANTÔNIMOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO
15.   HOMÔNIMOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
16.   PARÔNIMOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
17.   POLISSEMIA: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
18.   PRONOMES: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
19.   VERBOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
20.   ADVÉRBIOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
21.   PREPOSIÇÕES: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
22.   CONJUNÇÕES: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
23.   INTERJEIÇÕES: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
24.   A FORMAÇÃO DA LÍNGUA PORTUGUESA: ORIGEM E EVOLUÇÃO – PARTE 4
25.   ARCAÍSMOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
26.   NEOLOGISMOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
27.   GÍRIAS E JARGÕES: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
28.   ESTRANGEIRISMOS: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
29.   FUNÇÕES DA LINGUAGEM: CONCEITO/DEFINIÇÃO E DIVISÃO
30.   REGRAS DA NOVA ORTOGRAFIA – PARTE 4
31.   INFLUÊNCIAS FRANCESAS NA FORMAÇÃO DAS PALAVRAS DE LÍNGUA PORTUGUESA

.

.
.
Ocorreu um erro neste gadget

É O QUE TEM PRA HOJE: "POUCO PAPO E SÓ... SU-CEEEEEEES-SO!!!"



"SIGAM-ME OS BONS" - Maria Celeste Bsp | Facebook

Google+ Followers

EU SOU POLIVALENTE!

EU SOU POLIVALENTE!