.

.
.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

ESTUDAR VALE A PENA! - Técnicas de estudo


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Técnicas de Estudo referem-se ao conjunto de metodologias para o aproveitamento eficiente do estudo individual ou em equipe. 
As metodologias do estudo pretendem traçar métodos para a aprendizagem satisfatória, em menos tempo, com esforço menor.

Índice

Considerações Gerais

Os alunos da Educação Básica encontram sérias dificuldades nas pesquisas individuais porque a grade curricular das escolas públicas brasileiras não inserem uma disciplina sobre a metodologia do estudo e da aprendizagem. 
Os cursos superiores oferecem a Metodologia da Pesquisa Científica que orientam os graduandos nos seus primeiros passos na carreira acadêmica.
Alguns cursos particulares, livros e sites oferecem métodos de estudos baseados em conhecimentos cinetíficos ou experiências que direcionam o aluno na aprendizagem. 
Essas abordagens pretendem maior rendimento, em menos tempo e com menos esforços. 
Enfim, o estudo individual precisa de alguns métodos para alcançar um bom resultado. 
A simples leitura livresca não encerra todo o significa da palavra estudar, pesquisar.

Princípios para a Aprendizagem Satisfatória

1. Administração do tempo: 
Organize um horário semanal, estude em períodos de 20 a 50 minutos. 
Faça uma atividade física em cada intervalo de 5 a 10 minutos. Durma o suficiente e não estude noite adentro.

2. Escolha um local adequado: 
Procure um ambiente confortável e silencioso, longe de TV e som. Se você gosta de estudar com música, ouça apenas instrumental.

3. Estado mental: 
Antes de começar, limpe sua mente anotando as ideias em um papel. 
Isso gera a correta concentração. 
Motive-se e tenha um objetivo, somente estude se estiver se sentindo bem e prazeroso. 
Palavras-chave: Concentração e motivação.

4. Alimentação adequada: 
Tenha uma alimentação equilibrada, baseada em carboidratos, que aumente a serotonina e não roube a energia destinada à aprendizagem e nem provoque peso e sono. 
Se estiver com fome, coma primeiro e, depois comece a estudar.
 
5. Leitura didática: 
Leia o texto duas vezes, uma por cima captando só a idéia principal, na segunda vez, ponha atenção nos detalhes. 
Depois da leitura, elabore um esquema dele, consulte e confronte pelo menos 3 fontes e converse com alguém sobre o assunto.

6. Pesquisa: 
Escolha o tema, o objetivo da aprendizagem, leia as fontes, resuma as ideias chave através de esquemas ou fichamentos. 
Use o método: Tese (a ideia principal), antítese (o que contraria esta ideia), e síntese (qual a conclusão, elaboração de um conceito que ajude a amarrar todas as outras ideias afluentes).

7. Aplicação do conhecimento: 
Aprendizagem só será assimilada e acomodada, se tiver algum nexo com a sua realidade. 
O resultado de assimilação adequada é o discurso livre, esquematização espontânea, associação, contraposição e aplicação a outros problemas.

Ver também

Artigo científico
Trabalho de conclusão de curso
Monografia
Dissertação
Tese

Referências

GAMITO, José Aristides da Silva. Técnicas de Estudo. Conceição de Ipanema: 2009. Artigo disponível em: [1]. Utilizado na íntegra com as devidas licenças do autor.
Ver avaliações
Avaliar esta página
Credibilidade
Imparcialidade
Profundidade
Redação

.

.
.
Ocorreu um erro neste gadget

É O QUE TEM PRA HOJE: "POUCO PAPO E SÓ... SU-CEEEEEEES-SO!!!"



"SIGAM-ME OS BONS" - Maria Celeste Bsp | Facebook

Google+ Followers

EU SOU POLIVALENTE!

EU SOU POLIVALENTE!