.

.
.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

LÍNGUA PORTUGUESA - ORIGEM E EVOLUÇÃO




TRANSCRITO POR MARIA CELESTE BSP



NÃO SE SABE EXATAMENTE COMO SURGIRAM AS DIVERSAS LÍNGUAS FALADAS PELO MUNDO, MAS SABEMOS QUE O HOMEM SE COMUNICA E EVOLUI ATRAVÉS DELAS.

TODAS AS LÍNGUAS FORAM CONSTRUÍDAS PELOS SERES HUMANOS DE CULTURAS VARIADAS EM TEMPOS DIFERENTES E SE INFLUENCIARAM AO LONGO DOS TEMPOS.

A LÍNGUA PORTUGUESA É CONSIDERADA UMA DAS MAIS COMPLEXAS DA HUMANIDADE PELA SUA SINTAXE APESAR DE SER A QUINTA LÍNGUA MAIS FALADA NO MUNDO.

HOJE, SÃO CERCA DE 250 MILHÕES DE PESSOAS NO MUNDO QUE USAM O PORTUGUÊS.

QUAL ORIGEM E QUAIS CAMINHOS PERCORRIDOS A FIZERAM SER ESSA OBRA-PRIMA QUE O HOMEM CRIOU?

A LÍNGUA PORTUGUESA

O PORTUGUÊS DESCENDE DA FAMÍLIA INDO-EUROPÉIA, ORIGINÁRIA DE UM TERRITÓRIO QUE SE ESTENDIA DA ÁSIA À EUROPA, CAMINHOU O MUNDO COM OS PORTUGUESES SE INSTALANDO EM PAÍSES COMO ANGOLA, CABO VERDE, CONGO, GUINÉ BISSAU, SÃO TOMÉ E TIMOR LESTE. NO BRASIL SOFREU INFLUÊNCIA DE LÍNGUAS AMERÍNDIAS DA FAMÍLIA TUPI E DE LÍNGUAS AFRICANAS DA FAMÍLIA NIGER-CONGO.

A CADA DIA MAIS PALAVRAS SÃO INSERIDAS EM NOSSO VOCABULÁRIO.

CULTURAS E IDIOMAS DO MUNDO INTEIRO COMUNICAM-SE TODO TEMPO ENRIQUECENDO AINDA MAIS NOSSO PODER DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO

No passado distante da língua portuguesa, povos indo-europeus se deslocaram do norte do Mar Negro em direção às planícies do rio Danúbio, entre 4000 e 3500 antes de Cristo(a.C.). Parte desses migrantes se concentrou no centro da Itália, na região do Lácio, onde se desenvolveu a língua latina.

4000a.C. – A expansão do indo-europeu

Acredita-se que povos de língua indo-européia tenham começado a migrar para várias regiões da Europa e da Ásia.
Esses grandes movimentos teriam dado origem, em regiões distintas, a 60 diferentes línguas, hoje faladas na índia, no Irã e em grande parte da Europa e das Américas.
Assim, línguas tão distintas quanto o grego, o inglês, o russo, o francês, o híndi e o português são todas aparentadas – todas descendem do indo-europeu.

2000a.C. - O surgimento do latim arcaico

Entre os vários povos indo-europeus que se deslocaram para a região da atual Itália estavam os latinos, assim chamados por terem ocupado uma pequena região da península: o Lácio (em latim Latium). Era um povo de agricultores e criadores de animais que habitavam uma região vizinha á dos poderosos etruscos ao norte e dos sofisticados gregos ao sul.

Entre 700a.C. e 500a.C., os latinos construíram a cidade de Roma, onde se falava o latim arcaico. Ninguém poderia imaginar que aquele povo rústico daria origem a um dos mais formidáveis impérios do mundo.

A presença árabe

Os árabes tinham uma cultura muito sofisticada. Nos quase 800 anos em que permaneceram na Península Ibérica, influenciaram a região com sua filosofia, sua matemática, sua agricultura, sua medicina e sua astronomia e edificaram uma extraordinária arquitetura, preservada até hoje.
O desenvolvimento literário foi grande. Alguns estudiosos acreditam que a poesia medieval ibérica tem origem na poesia árabe.

1300 – O português medieval

Portugal tornou-se a primeira nação da era moderna no ocidente. Lisboa era sua capital. Centro de comércio, cultura e conhecimento, nela foi fundada a primeira universidade portuguesa.
Nesse período de efervecência, o infante dom Henrique reuniu sábios portugueses, árabes, judeus e italianos para desenvolver técnicas de navegação.

Nessa época, o galego-português deu lugar ao português medieval.
O filho desta últina união, D. Afonso Henriques, influenciado pela ambição de sua mãe e pelo desejo de emancipação do povo da região, declarou a independência do Condado no século XII. Tornou-se, assim, o primeiro rei de Portugal e continuou a expandir seus domínios lutando, por um lado, contra Leão e Castela e, por outro, contra os árabes.
O Galego-Português era o dialeto falado na região do Condado, mas à medida que suas fronteiras avançavam para o sul este dialeto modificou-se em contato com os falares do sul, que acabaram por prevalecer. Desta forma, o Galego se constituiu como variante do Espanhol e o Português se desenvolveu como língua da nova nação.

NOVOS MUNDOS, OUTRAS LÍNGUAS –
As grandes navegações, a partir do século XV d.C. alargaram os domínios de Portugal e levaram a Língua Portuguesa às novas terras da América (Brasil), África (Guiné-Bissau, Cabo Verde, Angola, Moçambique, S. Tomé e Príncipe), Ásia (Macau, Goa, Damão, Diu), Oceania (Timor) e Ilhas do Atlântico (Açores e Madeira). Em contato com outras línguas, o Português também se modificou, deu origem a novos falares e dialetos, mas não se fragmentou como o Latim, mantendo sua unidade com a língua falada em Portugal e em muitas das regiões acima citadas.
Paralelamente a este processo, desenvolviam-se, a partir dos vários romances, as demais línguas neo-latinas: o Francês (França e colônias francesas), o Castelhano, dialeto de Castela, também chamado Espanhol (Espanha e colônias espanholas), o Provençal (sul da França), Rético (Suíço e Tirol), Italiano (Itália), Romeno (Romênia).

Com as grandes navegações, Portugal levou informações e novidades a diversas partes do globo. De cada uma delas, trouxe novos animais, plantas, alimentos e costumes. Assim, a partir de Lisboa, todo um mundo desconhecido de produtos e informações foi introduzido na Europa.
Nesse processo, grande número de palavras portuguesas se espalhou pelo mundo, enquanto o português incorporava expressões das mais diversas línguas e as dinfundia pela Europa.




.

.
.
Ocorreu um erro neste gadget

É O QUE TEM PRA HOJE: "POUCO PAPO E SÓ... SU-CEEEEEEES-SO!!!"



"SIGAM-ME OS BONS" - Maria Celeste Bsp | Facebook

Google+ Followers

EU SOU POLIVALENTE!

EU SOU POLIVALENTE!